05 maio 2009

Aceitar o próximo como ele é

Deus nos fez diferentes uns dos outros, existem seres humanos fisicamente feios como o patinho feio e a cantora Susan Boyle, mas se olharmos em seu interior percebemos que são pessoas maravilhosas, talentosas, cheias de virtudes, e principalmente são amigas.
Devemos aceitar o próximo como ele é,independente de suas aparências, raça, cor ou religião.
Assim, concluo que nunca devemos julgar as pessoas pelas suas aparências, mas sim pelas suas qualidades.

Anderson Hans

4 comentários:

rociorodi disse...

Olá Anderson Hans!
Nome bem sugestivo, ou é pseudônimo?
Algumas pessoas reservam sua beleza interior para determinadas situações, principalmente, quando ficam encantadas ou alguém desperta-lhes sentimentos puros e belos, como nos contos de fadas. Ou ainda a exemplo do patinho feio de Andersen, que deslumbra a todos e a si mesmo, como uma autobiografia do próprio Hans. Gostei muito de sua conclusão. Qual qualidade você mais gosta em si mesmo?

leonor cordeiro disse...

Oi Anderson !
São vários os caminhos que podemos percorrer para conhecermos uma pessoa. Quando seguimos apenas o caminho da aparência, nossa conhecimento fica pobre, a aparência pode nos enganar.
Gostei do que você escreveu. Quando li o seu texto conheci um pouquinho sobre você .
Grande abraço!
Com carinho,
Leonor Cordeiro

Andi . H disse...

coincidência ter meu nome parecido com o nome do esctror. A qualidade que eu mais gosto é ser inteligente

orval disse...

Aceitar o Próximo Como Ele é

Reportando-me ao comentário feito por Anderson Hans, gostaria de dizer que ele foi feliz em seu comentário, que não devemos julgar as pessoas pelas suas aparências, mas sim pelas suas qualidades. Espero que através desses comentários postado nos blog´s, que as pessoas tomem consciência na valorização do ser humano enquanto pessoa que possui sentimentos e qualidades. As pessoas devem perder o habito de julgar os outros sem conhecer, olhando apenas um ângulo, ou convergindo com a sua forma de olhar. Somos diferentes sim é esta diferença é que nos dá o sentido de lutar pelo mundo melhor com defeitos e qualidades mas que todos sejam respeitados e visto como pessoa.

Abraço do Cursista
Orval